DISTRITO 4470 - HISTÓRICO

 

Localização do Distrito 4470
 

Localizar Clubes

Os Rotary Clubs, espalhados por todo o mundo livre, são membros e compõem o quadro social do Rotary International. Aliás, são estes clubes os únicos componentes de nossa organização internacional (o rotariano não é sócio do Rotary International e sim de um Rotary Club, porém, terá as qualificações previstas nos Estatutos e no Regimento Interno de RI.

Nossa Instituição

Os Rotary Clubs de todo o mundo possuem um estatuto padrão, onde se ressalta a unidade e não a uniformidade dos clubes. O Estatuto pode ser modificado ou revisto por proposta de emenda unicamente do CD de RI (seus integrantes não têm direito a voto) ou por qualquer RC do mundo, e apresentada ao Conselho de Legislação.

Cada um dos RCs constituídos até 6/6/1922 (aproximadamente 1.000 clubes) possui seus estatutos próprios e pode conservá-los no original. No entanto, restam aproximadamente tão só 70 clubes que ainda não adotaram os estatutos padrão prescritos e hoje existentes.

Cada Rotary Club é composto por sócios nas categorias de (a) representativo, (b) veterano, (c) por serviços anteriores, e, (d) honorário. O órgão dirigente de um RC é o conselho diretor. A reunião semanal é obrigatória, e as regras da freqüência devem ser observadas.

Como componente, na sua localidade, do Rotary International, o RC não pode ser membro e nem se compromissar como membro de qualquer outra organização. Não existe sequer permissão para a formação, fora da estrutura administrativa rotária, de uma entidade ou associação de Rotary Clubs, qualquer que seja o objetivo. Inobstante, nada impede que um RC participe do patrocínio de projetos ou programas de prestação de serviços em prol de sua comunidade, na assistência às instituições caritativas, e outras.

Numa maior abrangência, participamos de um distrito rotário (em nosso caso, o Distrito 4470 de RI, administrado por um governador indicado pelos clubes e eleito na Convenção Internacional. É direito e prerrogativa única do governador nomear membros e constituir as comissões distritais; sequer poderá delegar essas competências, sob pena de ferir normas legais rotárias), que é um território geográfico no qual os clubes rotários estão congregados para fins administrativos do RI, e com a única finalidade de prestar assistência e colaborar com os RCs a levar adiante os propósitos e objetivos de Rotary. O estatuto também não permite a organização multidistrital.

Veremos, entretanto, que um princípio fundamental na administração de RI é a ampla autonomia dos Rotary Clubs, que desenvolverão o ideal de compreensão, boa vontade e paz internacional, baseados não no agrupamento em áreas nacionais ou regionais, e, sim, na relação direta e na responsabilidade comum dos clubes membros para com o Rotary International.

As próprias atividades de prestação de serviços são determinadas por cada um dos Rotary Clubs do mundo.

E, assim, no alto da pirâmide Rotary Club-Distrito-Rotary International, está o Conselho Diretor como órgão administrativo do RI, composto por 19 integrantes: presidente do RI (também presidente do CD), presidente eleito, além de outros 17 membros, denominados diretores, estes, indicados pelos clubes das variadas zonas e eleitos pela convenção internacional.

O presidente internacional é indicado por uma comissão de indicação eleita pelos clubes, e eleito na Convenção anual. Existem critérios próprios e especiais para constituição dessa Comissão; oportunamente poderemos falar sobre ela.

O RI é incorporador da mais internacional fundação não governamental do mundo, a nossa Fundação Rotária. A única ONG de todo o planeta que possui cadeira de observador na ONU.

O Rotary, hoje, está em 155 países e 35 regiões geográficas, com seus 28150 clubes e aproximadamente 1205000 Rotarianos.

 

Nosso Distrito 4470 de Rotary International

 Quando da fundação do RC do Rio de Janeiro, em 1922, havia 41 distritos englobando somente os clubes dos EE UU, do Canadá, do México e de Cuba. Não eram distritados os clubes existentes em outros países, como os do Rio de Janeiro e de São Paulo ao serem fundados. Essa situação perdurou até 1927, quando foi criado o Distrito 63, abrangendo a Argentina, o Uruguai, o Brasil (seis Rotary Clubs) e depois, o Paraguai.

 Em 1929, todos os Rotary Clubs do Brasil passaram a integrar o Distrito 72 (13 Rotary Clubs) e, em 1938, foi subdividido em quatro distritos. O Distrito 28 ficou com os Estados de Goiás e Mato Grosso, e parte dos Estados de São Paulo e Minas Gerais (19 Rotary Clubs).

 Quando, em 1949, passamos a pertencer ao Distrito 119, os limites eram “parte do Estado de São Paulo (excluindo o Vale do Paraíba e a região de Campinas) e todo o Estado de Mato Grosso”. Nessa época, havia sete distritos no Brasil e, logo em 1952, com oito, o nosso passou a ser o Distrito 122, com os limites compreendidos pelo “Estado de Mato Grosso, aquela parte do Estado de São Paulo ao norte do Rio do Peixe, até à latitude 22o30’, latitude 22o30’ entre as longitudes 50o e 49, latitude 22o 30’ entre as longitudes 49 e 47o37’ a oeste da longitude 47o37’ entre as latitudes 22o50’ e 22o20’, sul da latitude 22o20’ até a longitude 48o30’, a oeste da longitude de 48o30’ até o Rio Turvo, e sul do Rio Turvo e do Rio Grande até a junção deste com o Rio Paranaíba”.  

 Em 1957, ficamos no Distrito 451, com 31 clubes, e os limites de “Estado do Mato Grosso (naquela época era um só Estado) e parte do Estado de São Paulo entre o sul do Rio Tietê, norte do Rio do Peixe, e linha quebrada do Rio do Peixe, latitude 50o à barra dos Rios Claro e Pardo e daí à barra do Rio Tietê e Rio Piracicaba”.  

 Em 1977, passamos a ter o número 447, com 35 clubes, nos limites “Brasil – Mato Grosso; Estado de São Paulo, aquela parte limitada pelo Rio Tietê, longitude 50o, e Rio Aguapeí; Paraguai – o Município de Pedro Juan Caballero”.

 Já em 1989, o distrito 447 atingia 93 clubes, forçando a realização de novo redistritamento, separando o atual Estado de Mato Grosso, para constituir o Distrito 444. Assim, continuamos com o Distrito 447, passando, depois, para o Distrito 4470 (modificação técnica administrativa de RI), com os limites de “BRASIL – Estado de Mato Grosso do Sul; Estado de São Paulo, aquela parte limitada pela foz do Rio Tietê com o Rio Paraná, até a longitude 50o, e Rio Aguapeí, até a sua foz no Rio Paraná; PARAGUAI – o Município de Pedro Juan Caballero” (Hoje, o Município de Capitan Bado, no Paraguai, pertence ao nosso distrito; fundado no ano rotário 1988-89).

 Dos Rotary Clubs que compõem o nosso atual Distrito 4470, o mais antigo é o RC de Campo Grande-MS (68o do Brasil), organizado em 15/12/1939 e admitido em RI a 15/1/1940, tendo como padrinho o RC de Bauru-SP. A seguir, em 2/1/1940, foi fundado o RC de Corumbá-MS (69o do Brasil), que foi admitido em 29/1/1940.

 O primeiro do Distrito 4470, na área do Estado de São Paulo, foi o RC de Araçatuba (134o do Brasil), a 16/4/1944 (admitido em RI a 19/6/1944), tendo como padrinho o RC de Lins e, o segundo, foi o RC de Valparaíso (159o do Brasil), fundado em 5/5/1946 e admitido em 6/11/1946.

 Até o ano de 1947, as conferências eram Conferências Distritais dos RCs do Brasil. Em 1948, foi realizada distinta e autônoma; assim, a do nosso Distrito 28 foi a 20/2/1948, em São Paulo, mas, em 1949, voltaram a se reunir todos os distritos brasileiros em uma única conferência, sendo esta, a “Conferência da Despedida”, a última.

 Em 1965, o Distrito 457 realizou, no Rio de Janeiro, a conferência com característica nacional e, em 1969, a Conferência do Distrito 461 e dos Rotary Clubs do Brasil, ambas com o espírito nacional, porém não únicas, pois todos outros distritos da época realizaram as suas.

 A primeira Convenção Internacional no Brasil foi realizada no Rio de Janeiro, em 1948, com 7511 participantes e, a segunda, em São Paulo, no ano de 1981, com 18309 inscritos.

 O primeiro brasileiro a ascender à presidência do Rotary International foi o engenheiro civil Armando de Arruda Pereira, do RC de São Paulo, do então nosso Distrito 28, em 1940-41. O segundo presidente internacional brasileiro foi o advogado Ernesto Imbassahy de Mello, do RC de Niterói (RJ), em 1965-66. E o terceiro brasileiro a ocupar tão importante posto foi o arquiteto Paulo Viriato Corrêa da Costa, do RC de Santos (SP), em 1990-91.

 Em 1951, foi fundado o RC de Ponta Porã. Em 1972, esse clube passou oficialmente a denominar-se RC de Ponta Porã-MS, Brasil/Pedro Juan Caballero-AM, Paraguai. Foi o primeiro clube bi-nacional do Brasil.

 Posteriormente, no ano rotário 1982-83, é fundado o clube adicional de Ponta Porã-MS-Brasil/Pedro Juan Caballero-AM-Paraguai-Fronteira. E, em 1988-89, é fundado no Distrito 4470 o terceiro clube bi-nacional, o RC de Coronel Sapucaia-MS-Brasil/Capitan Bado-AM-Paraguai (no mundo todo existem somente seis clubes bi-nacionais e, destes, três estão em nosso querido Distrito 4470).

 Atualmente, existem 69 clubes no Distrito 4470, com 1704 sócios, sendo que, destes, aproximadamente 8% são mulheres.

 

Copyright© 2001-2003 Rotary Internacional D4470. 
Todos os direitos reservados.
All rights reserved.